jardins de chumbo

Abril 25, 2009 at 2:02 pm (artes, artesanato, bijutaria, criação, histórias, manualidades, nostalgia, pensamentos, tristeza) (, , , )

Ontem entrei num jardim cinzento.

Até ontem, costumava passear fascinada num jardim verde-brilhante, abria caminho por entre folhas de palmeira e arbustos lindamente florescidos. Perdia-me, agradavelmente, entre os caminhos e guiava-me as roseiras, petúnias, margaridas e cravos.

petunii

Nada estragava o silêncio e o perfume daquele jardim verde-brilhante, lá pensava estar em segurança. Estava a sentir que me tornava cor-de-rosa e cor de laranja, igual às flores.

copac-cu-flori

Mas chegou uma ventania estranha, tão estranha, que o céu escureceu e os pássaros caíam do alto do céu, fulminados de pasmo. Corri a toda a força, mas a tempestade apanhou-me e levou-me para um outro jardim, onde tudo era verde escuro e cinzento. Lá, deixou-me cair. E lá fiquei…

grey garden

Agora estou a tentar, esforçadamente, escapar daquele jardim cinzento…

Anúncios

Permalink Deixe um Comentário

aztec ring

Fevereiro 2, 2009 at 12:38 pm (artes, artesanato, bijutaria, criação, manualidades) (, , , , , , )

Há algum tempo, uma amiga perguntou-me porque é que não fazia anéis muito pequenos também, para dedos muito pequenos. É assim que decidi aproveitar umas peças de madeira que tinha e que ainda não tinha tido a inspiração de usar. Pequenas, as peças.

aztec-army

O resultado foi um pequeno “exército” de anéis leves, coloridos, que decorei com motivos simples, que lembram os azetecos.

red aztec

Esperemos que os dedinhos ficarão contentes!

aztec-army

Permalink Deixe um Comentário

bloody ring

Janeiro 26, 2009 at 10:00 pm (artes, artesanato, bijutaria, criação, filme, manualidades, video) (, , , )

Para as admiradoras das séries TV com hospitais e médicos (eu sou uma delas), para as senhoras doutoras ou enfermeiras, que não viram os olhos se vêem sangue à frente, para as senhoras que trabalham em laboratórios a manejar sangue todos os dias e para as vampirinhas, que adoram a papinha delas.

Veias e veiazinhas percorridas pelo líquido precioso, rede complicada que nos cobre e que nos mantém vivos, sistema de pequenos canais pelos quais circula a vida.

bloody-ring

Permalink Deixe um Comentário

la vie en rose

Janeiro 7, 2009 at 10:23 pm (artes, artesanato, bijutaria, criação, manualidades, música, video) (, , )

three-pink-leaves

Falta de preocupações, optimismo, preguiça, boa vida… Ver a vida em cor-de-rosa deve ser maravilhoso.

pink-organza

Tem tudo a ver com o amor, com a capacidade de ultrapassar qualquer inconveniente, com o sentimento de que a vida é curta e deve ser vivida intensamente. La vie en rose…

Permalink 8 comentários