dylan

Novembro 7, 2008 at 10:11 pm (artes, música, nostalgia, video) (, )

Conhecia o Bob Dylan como a maioria das pessoas: sabia que era americano, que tinha algumas músicas ultra-conhecidas, que tinha versos extraordinários e que abriu muitas portas (não só) na música. A minha imagem dele era unicamente aquela transmitida por aquele vídeo em que tem um monte de cartões nos braços, com palavras escritas, e deita-os fora sem muita cerimónia.

biograph_f

Quando eu estudava, fazia parte dum “clube” que se chamava Happy Hippie e que se reunia, inofensivamente, aos domingos, no café-bar que havia na cave da faculdade. Lá ouvia-se música boa, viam-se filmes feitos nos anos ’60-’70, do género Woodstock, Hair ou Jesus Christ Superstar, bebia-se café. O “padrinho” deste clube era um conhecido artista, actor, cantor que sabia TUDO sobre a música daquela época (tinha vários programas na rádio e tv sobre o assunto, era a paixão dele). Infelizmente, apagou-se no ano passado, deixando uma geração inteira muito, muito triste.

O “padrinho” tinha uma imensa admiração pelo Bob Dylan, traduzia os versos dele, tocava a cantava as músicas dele.

Eu comecei a entender melhor só há pouco tempo. Preciso de fazer um “click” para ficar apaixonada por qualquer coisa que seja. A partir do click tudo muda. Com o Dylan, tive o click quando vi o filme biográfico dele, feito por Martin Scorsese (“No direction home”). Vi então como nasce um poeta, vi a insolência toda, a juventude, os ideais, a efervescência da época, a ambição, a obsessão. Vi a coragem, a beleza, a confusão, a traição. O James Dean da música.

dylan

Fiquei uma grande admiradora do Dylan e procurei saber mais, ouvir mais, entender mais. Um rapaz magricela, um pouco arrogante, despenteado, que não tentava parecer nem mais bonito, nem mais interessante do que era, com uma guitarra e uma harmonica ridícula (ele deve ter inventado aquele sistema de pendurar a harmonica ao pescoço), com uma grande criatividade. Uma música para ficar por cá muito, muito tempo.

Esta é a minha canção favorita. Tem imensa melancolia, uns versos lindos, qualquer coisa que me comove sempre que a oiço. Também acho piada ao vídeo, parece um filme antigo de cow-boys. Vou deixar aqui uma parte dos versos. Eu acho-os muito bonitos.

Well, if you’re travelin’ in the north country fair,
Where the winds hit heavy on the borderline,
Remember me to one who lives there.
She once was a true love of mine.

Well, if you go when the snowflakes storm,
When the rivers freeze and summer ends,
Please see if she’s wearing a coat so warm,
To keep her from the howlin’ winds.

Anúncios

2 comentários

  1. Daniela said,

    Primeiro de tudo, um muito obrigado pelo comentário em “who am I”, fez-me sentir valorizada e é sempre bom ouvir elogios ao nosso “trabalho”.
    Quanto ao castelo, é aqui na terrinha, o castelo de Santa Maria da Feira, o mesmo que aparece num anúncio publicitário da Disney 🙂

    Quanto a esse senhor que é o Bob Dylan, tenho que reconhecer que a minha cultura musical não é das mais alargadas, e não conheço muito o trabalho dele, contudo, este post suscitou-me o interesse, agora quero muito ver esse filme 🙂 Aliás, também foi através do filme dos the Doors que fiquei fã incondicional deles, quem sabe se não acontece o mesmo!

    beijo e obrigado.

  2. coreamor said,

    olá, daniela! ainda bem que passaste por aqui. o filme do scorsese é de facto um documentário (estou a dizer-te para não apanhares uma desilusão). está lá quase todo o material da vida e da música do dylan, enfim, tudo o que importa. ainda por cima, dylan está vivo e a falar sobre tudo isso, é ao mesmo tempo um retrato e um auto-retrato…
    PS: eu também sou fã incondicional de Doors, aliás vi o que resta deles em concerto este ano, aqui, no algarve :)))

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: