flower power

Outubro 25, 2008 at 5:43 pm (artes, artesanato, bijutaria, criação, manualidades, música, video) (, , , , , )

Gostava de ter sido jovem naquela altura; de sentir a mudança no ar, de ouvir discos milagrosos, com músicas tão novas, tão diferentes, que nunca ninguém tinha ouvido antes (era difícil arranjar aqueles discos, só os tinha quem conhecia alguém no estrangeiro). Consigo imaginar aquele tempo porque li sobre o assunto, testemunhos de artistas daquela época: havia uma energia formidável, uma esperança real de que o futuro iria ser diferente, melhor.

Gostava de ter ido àqueles festivais gigantescos, dormir debaixo do céu e ouvir música de manhã à noite, vestir calças largas com florzinhas, blusas leves, lenços coloridos, o cabelo muito comprido, em tranças, flores no cabelo… Gostava de ter tido um guru porque era assim que estava na moda, a sonhar com a Índia e com Nirvana, a prometer a mim própria que nunca iria ser uma burguesa, não iria ser como a geração dos meus pais.

Eram tempos difíceis de certeza, mas havia entusiasmo e poesia.

Talvez esteja enganada, mas deixem-me pensar que foi assim… Não me tirem as “florzinhas” da cabeça.

Enquanto ouvia Led Zeppelin, Janis Joplin, The Who e outros, lembrei-me de usar um material natural para fazer un anel: madeira. Madeira quente e levezinha, a cheirar a floresta e a ar puro. Vou pensar a sério em usar mais a madeira, por ser um material muito simpático. Vamos ver…

Anúncios

4 comentários

  1. Adriana said,

    Pois é… também acho que naquela altura se respirava um ar diferente, havia “uma energia formidável”, como dizes tu, uma esperança no futuro que inspirava todos, uma vontade enorme de exprimirem toda aquela energia e todo aquele optimismo… Às vezes até penso que, se começámos a olhar para o passado com tanta nostalgia e com o desejo de ter vivido numa outra época, significa que não nos sentimos parte deste presente que nos inquieta… Ao mesmo tempo, o nosso olhar para o futuro, em vez de estar cheio de esperança, parece estar cheio de medo e desconfiança…

    Acho uma óptima ideia usar a madeira… Adoro a madeira, como adoro o cheiro da floresta, tão esquecido no meio da cidade…
    Boa sorte!

  2. coreamor said,

    uff, que alívio! pensei que ias comentar qualquer coisa sobre alguém que conheces e que andava mesmo vestida assim, há só alguns aninhos 🙂 mas…shht! não digas nada!

  3. Adriana said,

    Lol!!! Incrível!!! Que telepatia! Tive essa ideia, estava quase a comentar isso mesmo quando escrevi o meu comentário. A sério! 🙂 Ok, fico por aqui, não digo mais nada!!!

  4. coreamor said,

    hihi!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: